A Evolução Do Marketing Digital E A Nova Tendência Mund

17 Apr 2019 16:22
Tags

Back to list of posts

<h1>A Import&acirc;ncia Da Gest&atilde;o Estrat&eacute;gica De Pessoas Nas Organiza&ccedil;&otilde;es</h1>

<p>O progresso do movimento feminista nas &uacute;ltimas d&eacute;cadas n&atilde;o passou despercebido na ind&uacute;stria da publicidade: nos &uacute;ltimos vinte e cinco anos, os marqueteiros aperfei&ccedil;oaram o conceito de &quot;femvertising&quot; —palavra montada pela liga&ccedil;&atilde;o de 2 termos em ingl&ecirc;s: &quot;feminist&quot; (feminista) e &quot;advertising&quot; (propaganda). Trata-se, pela pr&aacute;tica, de utilizar a ret&oacute;rica do movimento que defende a igualdade de direitos entre homens e mulheres para vender produtos ou servi&ccedil;os.</p>

Social-Media-Apps-on-phone-1.jpg

<p>Outra defini&ccedil;&atilde;o: o &quot;femvertising&quot; &eacute; a &quot;propaganda que usa pessoas, mensagens e imagens ligadas ao movimento pr&oacute;-mulheres para promover o protagonismo de mulheres e crian&ccedil;as&quot;. A BBC reuniu alguns casos novas em que a publicidade &quot;entendeu tudo incorreto&quot; sobre isto as mulheres. A Diageo &eacute; a superior produtora mundial de bebidas destiladas, e dona de umas das principais marcas nesse tipo de item.</p>

<p>Pouco tempo atr&aacute;s, se envolveu numa pol&ecirc;mica ao lan&ccedil;ar nos EUA uma edi&ccedil;&atilde;o limitada do u&iacute;sque Johnnie Walker —o prop&oacute;sito era celebrar o M&ecirc;s da Mulher (mar&ccedil;o) nos Estados unidos. A corpora&ccedil;&atilde;o achou que seria uma legal ideia montar a &quot;Jane Walker&quot;: vers&atilde;o feminina do famoso personagem de botas, cartola e gravata borboleta que figura no r&oacute;tulo das garrafas de Red Label, Black Label e outros t&iacute;tulos da marca.</p>

<p>1 de cada garrafa vendida pra caridade. No entanto o que a companhia conseguiu foi uma saraivada de opini&otilde;es, acentuadas depois que a vice-presidente da empresa nos Estados unidos, Stephanie Jacoby, comentou que a nova protagonista era uma chance de atrair as mulheres pro consumo de u&iacute;sque. Mulheres do universo inteiro dir&atilde;o: 'enfim uma marca que me sabe! &Eacute; engra&ccedil;ado. N&oacute;s lan&ccedil;amos (a campanha) sabendo que haveria debate. Cada um lidando com uma marca t&atilde;o ic&ocirc;nica est&aacute; sujeito ao escrut&iacute;nio r&iacute;gido do p&uacute;blico.</p>

<p>Em geral, a resposta foi bastante positiva. O clipe tinha a inten&ccedil;&atilde;o de mostrar que o objeto &eacute; pra mulheres de todas as etnias, e de ser uma celebra&ccedil;&atilde;o da diversidade. A Dove talvez tenha incorreto em formar uma pe&ccedil;a que podia ser lida de forma t&atilde;o controversa. Na internet, tudo &eacute; descontextualizado.</p>

<p>E essa imagem, de uma mulher negra arrancando uma camada de pele e virando uma mulher branca, &eacute; uma imagem que podia ser muito mal interpretada&quot;, diz ele. &quot;E a Dove talvez tenha pisado na bola. Por&eacute;m o acontecimento &eacute; que a marca n&atilde;o foi racista. O seu corpo de praia est&aacute; pronto? N&oacute;s operamos a maior f&aacute;brica de suplementos do Reino Unido, e vendemos nossos produtos em mais de 50 pa&iacute;ses para mais de trezentos mil clientes. A maioria deles &eacute; de mulheres. Como elas poderiam ser sexistas? Software AG Destaca Os Impactos Da Web Das Coisas No Gerenciamento Log&iacute;stico Das Ind&uacute;strias uma cerveja para gurias.</p>

<p>Assim como qualquer a&ccedil;&atilde;o de marketing Neg&oacute;cios Que Deram Certo No Momento De Queda realizamos, o tema &eacute; atingir mais compradores. Adquirir, conservar e estender a clientela. Sem consumidores n&atilde;o h&aacute; neg&oacute;cio, descomplicado dessa forma, e isto Sam Walton prontamente nos ensinou numa de tuas s&aacute;bias frases. “Existe s&oacute; um chefe, o cliente. Criamos Estrat&eacute;gias De Publicidade Online , como atingir montar um framework eficiente? Pra mim, o acontecimento mais s&eacute;rio que devemos assimilar atualmente &eacute; a enorme mudan&ccedil;a geracional que estamos vivendo. O poder financeiro est&aacute; mudando de m&atilde;os. Os millennials est&atilde;o representando a maior quantidade da popula&ccedil;&atilde;o economicamente ativa.</p>

<ul>

<li>10 - Escritor online</li>

<li>Mar&ccedil;o 52</li>

<li>Um formul&aacute;rio pra completar, oferecendo o conte&uacute;do reproduzido</li>

<li>Vai precisar dos Pelotines (papelzinho afim de proteger o cupcake no forno)</li>

<li>Mensura&ccedil;&atilde;o dos resultados</li>

<li>MBA em Gest&atilde;o Comercial</li>

</ul>

<p>Logo, o dinheiro estar&aacute; na m&atilde;o deles e eles se tornar&atilde;o a maioria dos clientes. Mais do que isto somente, voc&ecirc; tem prestado aten&ccedil;&atilde;o no que move essa nova gera&ccedil;&atilde;o? O que eles curtem? Com Participa&ccedil;&atilde;o Ag&ecirc;ncias, Fiat Lan&ccedil;a Campanha Pra Toro valores que formam? Porque &eacute;, &eacute; relevante assim como ficarmos ligados a isso.</p>

<p>Segundo a Nielsen, a participa&ccedil;&atilde;o desse grupo populacional ser&aacute; 8% superior at&eacute; o desfecho da d&eacute;cada. Apesar das justificativas econ&ocirc;micas para os esfor&ccedil;os de marcas voltados a esse p&uacute;blico, questiona-se o t&oacute;pico total nos millennials em detrimento de outros grupos, como a Gera&ccedil;&atilde;o X — de trinta e cinco a cinquenta e quatro anos — como por exemplo. Desse modo, repito sempre: &eacute; respeit&aacute;vel focar pela entrega de grande valor para o fregu&ecirc;s, ou melhor, gerar comprometimento profundo e repetidamente ao fregu&ecirc;s.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License